Ame alguém assim como o arroz ama o feijão (e vice-versa)

Não existe amor maior no mundo do que o do arroz e do feijão. Eles são o casal perfeito, melhor que Romeu e Julieta (a combinação queijo e goiabada – e por que não o casal fictício?). Se todos tivessem um amor igual este, o mundo seria um lugar sem guerra.

Nutricionalmente falando, é raro encontrar um caso em que dois alimentos se complementem de forma tão eficaz. Além de fornecerem diversos nutrientes, os aminoácidos que faltam em um alimento, você encontra em outro. Os aminoácidos são as estruturas básicas que formam as proteínas.

Por exemplo: existe um aminoácido chamado metionina que é muito encontrado no arroz mas possui poucas quantidades no feijão; existe outro chamado lisina, mas esse é muito encontrado no feijão e pouco encontrado no arroz. O que um não tem, o outro complementa.

O nosso corpo precisa dessas combinações de aminoácidos para a formação de células, de músculos, de órgãos e para manter quase todas as funções vitais que se conhece. Aquela história de que comer arroz e feijão engorda é mentira. Você só engorda quando ingere um alimento em excesso.

Aaahhh, se Shakespeare soubesse disso!…

Anúncios

Um comentário sobre “Ame alguém assim como o arroz ama o feijão (e vice-versa)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s